Filosofia 2014 - 2017

Escola - E.E. Professor Ismael da Silva Júnior

Coordenadora: Suze Oliveira Piza

Supervisor: Alexandre Lopes

Bolsistas:
Ana Luiza Coutinho
Lucas Prado
Bruno Costa
Rafael Valença
Wesley Seraphim
Laurielen Lucio
Pedro Puertas
Danielle Bandeira

Site do projeto

Descrição da relação do subprojeto de Filosofia com os objetivos do programa

Com o intuito de ensinar, examinar e criar condições de inventar metodologias inovadoras de ensino de Filosofia as ações desse subprojeto se articularão em três níveis:

a) educação pela pesquisa – fortalecimento do grupo de pesquisa Laboratório de Ensino de Filosofia [LAPEFIL] com a inserção dos 08 estudantes bolsistas do subprojeto de Filosofia, os supervisores das escolas atendidas, professores de Filosofia da grande São Paulo e outros professores de Filosofia interessados em participar;

b) implantação das metodologias na elaboração e desenvolvimento das aulas tanto por parte dos professores quanto dos estudantes bolsistas nas turmas de Filosofia das escolas atendidas pelo subprojeto;

c) criar espaços de reflexão filosófica nas escolas e na UFABC sobre as produções do grupo que resultem em oficinas de formação de professores da região, bem como criar condições para que o ensino-aprendizagem se efetive de maneira satisfatória para todos os envolvidos;

d) produzir materiais didáticos para a implantação de metodologias e envolver os estudantes em atividades culturais previstas nos materiais didáticos.

O projeto, por meio de suas ações, possibilitará tanto aos estudantes da licenciatura uma formação docente mais qualificada, quanto levará para o próprio cotidiano do professor (que já atua nas escolas uma formação continuada) tal qualificação, valorizando das duas formas o magistério com a integração dos espaços escolares da educação básica com a UFABC. As propostas de ação que giram em torno de métodos, estratégias e técnicas de ensino na escola pública possibilitam ao estudante uma aplicação das teorias que esse aprende no âmbito da sua formação na Universidade e aos professores formados em outras instituições de conhecer as pesquisas que têm sido realizadas na área de Ensino de Filosofia na UFABC e que todos em conjunto examinem se as propostas são satisfatórias para superação de problemas identificados no processo de ensino e aprendizagem possibilitando um ajuste das próprias metodologias propostas a partir das experiências vivenciadas pelo projeto.

As ações do projeto têm como foco a formação multilateral de estudantes da licenciatura em Filosofia da UFABC, supervisores e professores, estudantes da educação básica e coordenação de área. O planejamento semanal das atividades tem como foco agregar ao espaço da escola mais espaços formativos e levar os grupos envolvidos para espaços outros de formação (físicos e virtuais) que contribuam para o fortalecimento do aprendizado, fortalecimento do pensamento crítico e desenvolvimento em todos da capacidade de construção de conhecimento.

Isso se dá fundamentalmente com a organização das ações [descritas abaixo] considerando de forma crítica as diretrizes e currículos educacionais da educação básica para o ensino de Filosofia que tem diversos limites, a precariedade dos materiais didáticos oferecido pelo governo do estado de São Paulo ao professor e ao estudante e trazendo para o cotidiano de todos os envolvidos leitura e discussão de referenciais teóricos contemporâneos educacionais para o estudo de casos didático-pedagógicos, em especial as inúmeras referências de qualidade tanto teórico quanto práticas sobre Ensino de Filosofia, bem como os diversos materiais didáticos disponíveis para o uso em sala de aula. O estudo de metodologias e teorias inovadoras possibilita que se faça uma mediação didática entre o que tem sido feito, a prática e a experiência dos professores das escolas de educação básica, com seus saberes sobre a escola e os novos conteúdos.

As ações propostas abaixo consideram a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e apesar de focadas no aspecto formal do ensinar a filosofia, carregam consigo tematicamente questões contemporâneas para serem pensadas durante a formação do estudante da educação básica, como questões ambientais, éticas e de igualdade econômica e social que atravessarão as atividades. Enquanto forem efetivadas as ações sistematizaremos e registraremos com instrumentos de avaliação os impactos no cotidiano do professor (em especial quanto a sua capacidade de inventividade na forma de ensinar) e do aluno (em especial na superação das dificuldades de aprendizagem).